Black Friday 2017 : 5 dicas para lojistas

Black Friday 2017 : 5 dicas para lojistas

Black Friday está chegando.

5 dicas para lojistas na preparação para o Black Friday.
Possivelmente, você já está com tudo planejado e organizado para participar dessa data.
E se não irá participar, algumas dicas servem para um check list de campanhas e promoções pontuais que venha a fazer.
Nesse texto focamos no Black Friday, mas você pode adaptar para demais promoções e campanhas.
A cada ano que passa, o Black Friday, vem se tornando cada vez mais rentável para os lojistas e esperada pelos consumidores.
Muitos lojistas colocam todas suas energias nesse dia.
Pensando nisso, resumi um pouco do que muitos falaram sobre e do que eu, particularmente penso.
E separei 5 dicas para o grande dia 😀

TESTE SUA LOJA PARA O BLACK FRIDAY

1. TESTE SUA LOJA

Teste sua loja! Não esqueça de verificar também a versão mobile!
Alguns dias antes e também no dia da promoção.
– Teste as funções básicas de compra, se comporte como um cliente, para ver se esta tudo funcionando corretamente.
-Revise os cupons
-Teste seus formulários
-Confira sobre o recebimento de emails
-Simule compras em seus meios de pagamento aceitos,
-Estoque (caso seus produtos tenham variações consulte se esta tudo funcionando certinho).

TENHA UM PLANO B PARA SUA LOJA VIRTUAL

2. PROBLEMAS OU IMPREVISTOS ACONTECEM, TENHA UM PLANO B.

Problemas ou imprevisto no dia podem ocorrer:
Com a plataforma que utiliza, servidor, e mesmo meios de pagamentos.
Tenha na manga o plano B .
Por exemplo: Para meios de pagamentos, tente deixar mais de um meio de pagamento habilitado. (mais de uma empresa habilitada)
Assim caso precise, não perca venda por problemas de terceiros.
Hoje em dia, as mídias sociais são muitas, então caso ocorra alguma queda na sua loja.
Utilize as outras mídias para se relacionar com os clientes e como forma de atendimento e também fechar vendas.
Por exemplo: E-mails, WhatsApp, Fanpage, Instagram, chat etc .
Entrar em pânico de nada vai adiantar.

DIVULGUE SUA LOJA VIRTUAL

3. DIVULGUE SUA OFERTA | PROMOÇÃO

Divulgue também organicamente, mas hoje em dia uma verba é essencial para a grande concorrência que terá nesse dia.
Publique, apareça, e use uma verba nas mídias pagas.Esse é o dia certo para estar presente e aparecer na web.
Se você já tem uma lista de clientes, envie um e-mail marketing para os clientes que já compraram com você.
Se já tem um bom relacionamento nas redes sociais: mostre para seu público a campanha.
O relacionamento construído pode te trazer vendas até organicamente.

DESCONTOS REAIS

4.TENHA DESCONTO REAIS.

Faça promoções e desconto reais. Isso mesmo que leu, RESPEITE SEU CLIENTE E SEU NEGÓCIO.
Faça descontos que compensem para seu negócio e para o cliente.
Não adianta fazer desconto absurdo e depois ficar com as contas para pagar.
Também não adianta tentar fingir desconto que não tem.Hoje as pessoas pesquisam e muito antes de comprar.

ANALISE E APRENDA COM ACERTOS E ERROS

5.ANALISE OS PRÓS E CONTRAS E APRENDA COM O QUE ACONTECEU NESSA DATA COM SEU NEGÓCIO.

Use esse dia para analisar qual foi a procura, e entender seu público.

Você pode usar o seu Google Analytics para essa análise.

Só porque passou não é hora de parar. Estude, analise o que aconteceu com seu negócio nessa data.
Isso vai te ajudar para próximas promoções e inclusive na decisão de fazer prorrogação ou não de algumas ofertas.
Além disso, use o dia para aprender com os concorrentes. O que deu certo para ele pode dar certo na sua marca também.
Analise os erros , caso houverem na sua loja ou plano de campanha. Para consertar o mais rápido e também implementar novidades.

BÔNUS:

Algumas lojas tiram do ar na data a forma de pagamento via boleto. Para evitar problemas no estoque.Pode ser uma boa estratégia!?

Cada negócio é único, não tente copiar o outro, mas adaptar-se a sua realidade.

Confira também um checklist rápido aqui.

Enfim, aproveite o dia para Vender muito, Aparecer muito, mas principalmente Aprender com os demais empreendedores e com seu cliente!
Boas Vendas!

 

 

 

Quais são os custos de uma loja virtual / negócio online?

Quais são os custos de uma loja virtual / negócio online?

Abrir uma loja virtual virou uma febre, plataformas cada vez mais acessíveis vem surgindo e muitos pensam na loja virtual como um meio fácil de ganhar dinheiro.

Sinto dizer que não é bem assim, fácil nunca é, afinal, se fosse assim as grandes marcas no mercado estariam no azul sempre, e não é bem assim que acontece.

Além da parte estrutural, logística, administração geral , estratégica de uma loja. Que irá precisar de seu empenho todos os dias do ano, sim, tirar férias não vai mais fazer parte de seu vocabulário, quando comecei nesse meio digital, fiquei pelo menos 4 anos sem ter férias na vida.

Além dessa parte, a precificação é parte essencial para seu modelo de negócio ser rentável, e falar sobre economia e precificação é uma tarefa bem mais complexa que muitos imaginam.

Afinal, precisamos pagar as contas, um negócio precisa ser rentável senão ele morrerá inevitavelmente.

Para iniciar sua precificação, pense em 3 pilares :

Custo X Valor Agregado X Lucro.

Hoje vou falar um pouco sobre Custos, que muitas vezes damos menos atenção e só queremos ver a venda em si.

Custos: inclui TUDO que se gasta para manter sua loja ativa, ou seja, vai desde a conta de luz ( afinal não vivemos mais sem energia para nada, independente de seu ramo, você vai precisar de energia para manter ele funcionando).

Até o custo do produto vendido em si, se você trabalha com produtos variados, os custos devem ser separados de acordo com cada produto. Faça uma tabela a parte se tem muitos produtos e com variáveis.

Para produtos digitais , a manutenção de máquinas, softwares, internet, luz, telefonia, e cursos de aprimoramento devem ser incluídos como custo.

Da mesma forma que uma empresa que tem maquinários também deve contar como custos operacionais de depreciação e manutenção.

Por isso, não é porque se trabalha com algo digital que não há custos de material físico.

Além disso, custos para manter a loja online, mensalidade da plataforma, domínio, hospedagem caso tenha também um site ou email próprio, softwares  ferramentas online que venha utilizar para modernizar e aumentar a produtividade de seu negócio, como : bling, aplicativos para celulares entre outros.

TUDO precisa entrar na sua tabela de custos.

Parece besteira mas se você criar uma planilha mensal, trimestral, semestral ou anual dos seus gastos ou fizer na ponta do lápis, fica muito mais fácil de visualizar seus gastos e ver onde pode economizar.

Numa conta simples, que estava fazendo outro dia, se eu pagasse minha hospedagem anualmente eu teria uma economia de R$150,00 , parece pouco mas no mês essa economia pode fazer com que eu pague uma outra ferramenta anual com essa economia.

Temos a tendência de deixar tudo mensal, mas quando vamos juntando R$50,00 daqui, R$100,00 dali, no final do mês de contas temos mais de R$1000,00 , que poderiam ser usados por exemplo para comprar um equipamento que estamos adiando a tempos, ou para investir em divulgação do negócio.

Faça as contas, porque muitas vezes também, gastamos em uma ferramenta que a priore era indispensável e vemos que nem estamos utilizando como deveríamos.

Somente com uma tabela completa de custos saberemos o mínimo que a loja precisa faturar para se manter operando sozinha sem precisar de investimento por fora, seja do seu dinheiro como empreendedor, empréstimos etc.

E por falar em empréstimos, isso também deve ser colocado em seus custos, sejam eles fixos e variáveis.

Custos variáveis : são todos os custos que não ocorrem todos os meses, e podem variar como diz a palavra.

Por ex: Custos de logística, se você fez contrato com correios, transportadoras, mandaê , loggi, etc

São custos que dependem das vendas então entram como variáveis,mas se sua loja esta ativa já um tempo, você tem como saber uma média desse custos para facilitar a visualização dos gastos reais.

Entram em custos variáveis também comissões, se você tem revendedores comissionados, também está intimamente ligado as vendas.

Os empréstimos e financiamentos, devem ser pensados com muito cuidado para que não vire uma bola de neve suas finanças.

Sempre separe os custos da loja x seus custos pessoais, por ex: trabalho home office, eu separo o valor do aluguel , afinal uso o escritório para trabalhar, conta luz, conta de água, telefonia, internet.

Muitos pensam que trabalhar home office os custos podem ser menores, mas não é bem assim, se esta em casa, esta usando a luz, a água, internet e logicamente precisa comer como se trabalhasse fora, o gás e o almoço precisam entrar na conta de trabalho e não pessoal, são coisas que teria gastos se fosse trabalhar fora, alugando uma sala ou um local de trabalho.

Você pode estar economizando não alugando uma sala, mas se não pagar o aluguel de onde mora, não trabalha nem mora rs.

Enfim, acho que deu pra ter uma ideia do que são custos para uma loja ou negócio próprio com essa tabela montada vai pode iniciar o processo de precificação, vou falar sobre Valor agregado ( preço x valor) no próximo artigo.

E também pode te ajudar a ver realmente o quanto gasta e se é possível economizar ou cortar alguns gastos para manter a saúde financeira de sua loja boa.

Tem alguns artigos no Sebrae, Endeavor  , cursos online e algumas ferramentas: Preço Certo,  outras de monitoramento e precificação inteligente como Precifica , Sonde, WebPrice, são alguns exemplos que pode te abrir o caminho para entender mais sobre essa parte super importante de uma loja.

 

Jornada de compra, como isso pode te ajudar a planejar melhor sua loja virtual

Jornada de compra, como isso pode te ajudar a planejar melhor sua loja virtual

Jornada de compra , entender o comportamento do seu usuário pode te ajudar a vender melhor online.

Muitos lojistas reclamam da falta de tráfego, ou baixa conversão em sua loja virtual.

A jornada de compra no e-commerce é muito mais complexa que pensamos quando decidimos ter uma loja online.

Por que o usuário irá comprar em sua loja e não em sua concorrente?

Você já parou para pensar sobre isso?

Hoje vamos falar um pouco sobre essa jornada. Para isso é necessário tem em mente 3 palavras: Oferta, Comunicação e Ação.

O caminho que o usuário percorre para a conversão final , segue etapas que tem como objetivo final a ação : que esta ligada ao consumo, o clique final no botão finalizar compra.

Para que isso aconteça é necessário ter a Oferta, mas no sentido amplo da palavra, o que sua empresa oferece para o usuário?

Quais os estímulos de marketing de sua empresa?

• Produtos/Serviços

• Preço ( preço é diferente de valor)

• Distribuição ( online/ offline)

• Como é realizada a comunicação (esta ligada a voz da marca, identidade da marca, cores, visual, valor do produto ou serviço)

Por exemplo: Uma loja online e física de roupas femininas especializada em blusas de marcas conhecidas.

O produto está bem definido, o preço vai ser definido seguindo a concorrência, já que trabalha com marcas conhecidas, não pode ser um preço por ex de um produto com marca própria, essa parte irei fazer um outro tópico mais pra frente sobre precificação.

A distribuição, nesse caso seria online e física, dai entra alguns quesitos a serem pensados na forma de planejar a divulgação, vai atender todo Brasil? Como irá atender? Qual o prazo? A logística necessária e qual será utilizada? Para loja física, todos os produtos da loja online também poderão ser encontrados nela, a pronta entrega? Como será feito o gerenciamento de estoque?

Um adendo, produtos como roupas, são os mais complexos a serem trabalhados com relação a estoque, principalmente se esta iniciando. Muitas vezes é melhor você ter todos os tamanhos de uma única cor, do que ter todas as cores mas não todos os tamanhos. A jornada de compra também vai levar em conta isso.

Comunicação onde será realizada? Fanpage, instagram, snapchat, google adwords, facebook adwords, marketplace etc ?

Após definido essas etapas, como será a comunicação?  Está parte esta intimamente ligada a construção e sua identidade visual.

O que você vai passar para seu cliente, qual o visual , a voz, e valor da marca ? Eles precisam estar alinhados e isso é intimamente ligado ao valor e preço do produto.

Que deve ser alinhado ao público as ser atendido, vender para todo mundo, muitas vezes pode fazer com sua loja não venda para ninguém.

Aí entra a parte de alinhamento das etapas anteriores, foco e objetivo : Oferta, Comunicação e Ação.

Ter uma oferta definida com comunicação alinhada ao produto/serviço ao seu público vai ajudar ao usuário final executar a ação de compra.

Para isso precisa conhecer bem seu público e alinhar a forma de comunicação, além disso precisa estar atento a outros estímulos na jornada de compra.

‣ Momento Econômico:

Pré-disposição do seu público comprar, esta muito ligado ao momento econômico que ele passa. Mostrar a ele o valor do seu produto, qual a satisfação que ele vai levar ao usuário é um dos pensamentos que precisa ter na hora de ofertar aquele produto

‣ Tecnologia: Se você vende online, teste sempre sua loja, principalmente mobile para verificar se ela esta funcionando corretamente

‣ Momento Político e Cultural Cores, voz, aspectos culturais de cada região podem influir na decisão de compra.

Voltando ao exemplo citado acima:  Uma loja online e física de roupas femininas especializada em blusas de marcas conhecidas.

Em tempos de crise econômica, é natural o usuário economizar, certo? Economizar ao contrário do que muitos dizem não quer dizer comprar mais barato, o usuário economiza também tempo e dores de cabeça.

E o que isso significa? Significa que muitas vezes ele vai pensar duas vezes antes de comprar em uma loja ou marca desconhecida. Use a seu favor a fidelização de clientes.

Se sua marca vai ser trabalhada em regiões específicas use desses artifícios na sua comunicação, trazendo para mais perto seu público, a voz apesar de online ser estranho falar em voz, poucos a utilizam. A forma de comunicar sua marca precisa ter uma característica, personalidade : otimista, extrovertida, simpática, amiga, acolhedora, as expressões regionais podem ser usadas dependendo da sua marca e forma que comunica, tudo isso precisa ser alinhado ao seu público e criado a partir desse planejamento unindo essas informações já citadas para ter uma identidade.

Explorar nichos e não ser genérico, principalmente para quem esta começando é essencial, como já disse antes é melhor vender para aquele consumidor que esta ligado a sua marca do que tentar vender para o mundo e não vender para ninguém.

 

Outro ponto essencial da jornada de compra é a Psicologia do Consumidor.

• Motivação:

Você não convence ninguém a compra.<brA motivação é dele.

• Percepção:

A percepção de como ele vai olhar para sua marca, você quem vai mostrar.

• Aprendizado:

Sua marca que irá mostrar o que seu produto irá satisfazer a necessidade ( problema) dele. Essa parte esta muito ligada ao inbound marketing, muito utilizado nos dias de hoje. Usando de maneira proveitosa para para sua marca como para o usuário ele é super agregador. Diferente de “enfiar” produtos /e-book na cara do cliente, essa ferramenta pode ser usado onde os dois lados ganham.

A sua marca e produto ganha relevância por mostrar o por que ela é necessário, útil, agregadora na vida do usuário. E o usuário se satisfaz aprendendo e levando para sua vida algo bom que aprendeu ou conheceu através de sua marca/produto

•Memória:

A memória está intimamente ligada as etapas posteriores, guardar sua marca/produto nela ajuda no seu ganho de marca, e possíveis indicações e menções.

Na prática, voltando a exemplo fictício acima: Uma loja online e física de roupas femininas especializada em blusas de marcas conhecidas.

Motivação o usuário que irá ter, é ele que quer comprar uma blusa, isso pode ser buscado através do google e achar sua loja, no caso de uma busca consciente de real necessidade dele.

Ou em outro caso, no facebook, a sua marca aparecer para ele mostrando uma comunicação que o atrai e desperta alguma atenção , a ponto de parar diante do mundo de feed que aparece diante do usuário e tenha algo que realmente o faça ter a percepção que é algo que ele deve ter atenção.

Aqui entra a parte visual, voz e alinhamento, você enviou o feed para um usuário que estava alinhado com sua marca e necessidade.

A Percepção de marca também está totalmente ligada a experiência que usuário teve em sua loja, no âmbito tecnólogico, se foi fácil a compra, se atendeu ao que desejava, tinha aquele tamanho e cor de blusa.

E também logística, entrega pontual, como chegou o produto, a embalagem, os emails de aviso de entrega, pagamento, e se por um acaso entrou em contato como foi o atendimento.

Isso fica tudo no pacote de percepção para o usuário.
Não adianta também ter uma comunicação impecável e problemas na navegabilidade, ou tudo chegou perfeito, no prazo, produto, qualidade e teve um atendimento deplorável.

Tudo isso forma o pacote de como percebemos a empresa/marca.

Esse mesmo usuário pode no entanto, não ver a princípio um anúncio, mas algum post de conhecimento, dicas, ideias etc no seu planejamento sobre inbound marketing, e a partir dai conhecer sua marca e segui-la, por algum motivo que cada usuário terá mas que no fim das contas estará atrelado ao alinhamento de público e guardá-la na memória e indicar a outros conhecidos.

O que leva a outros usuários e assim a rede é formada, motivação sempre é individual, mas um grupo de pessoas alinhadas podem trazer ganho na sua marca e gerar recomendações e engajamento e assim por diante.

O facebook agora abriu um campo de procurando recomendações que esta sendo bem usado, vejo principalmente em grupos, mas em perfis também, isso pode ajudar e muito muitas marcas inseridas na rede.

Fazer um bom trabalho de planejamento como você viu é bem mais complexo de simplesmente abrir uma loja virtual. E a jornada do consumidor pode ter variáveis de acordo com cada público, e se inicia muito antes da visita em sua loja virtual.

No próximo texto vou falar um pouco mais sobre o Processo de Decisão de Compra. 🙂

Gostou do tema? Compartilhe e mande sugestões para nossos próximos posts.

Boas vendas!

 

Parcelamento MEI já está disponível

Parcelamento MEI já está disponível

Desde o dia 03 de julho o MEI pode optar pelo parcelamento de Débitos dos seus boletos DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) em até 120 meses.

Se você ficou com alguma parcela pendente é só acessar o Portal Oficial e clicar em optar por parcelamento.

Tem o passo a passo aqui no site da Sebrae 

Ele gera automático o parcelamento de acordo com sua situação.

Além disso agora também é possível, já um tempinho, mas talvez não tenha sido tão divulgado, que você pode aderir ao débito automático , no Portal Oficial do Mei, clicando em aderir, e colocando seus dados para débito automático.

 

Como configurar uma conta no pagseguro

Como configurar uma conta no pagseguro

Vai começar a vender online?

Existem diversas formas de aceitar o pagamento online hoje em dia no mercado.

No Brasil, um dos meios de pagamentos mais utilizados é o Pagseguro, com ele você pode receber seus pagamentos via cartão de crédito, boleto bancário, transferência direta e entre contas do próprio pagseguro.

No vídeo tutorial explico passo a passo como configurar sua conta do pagseguro , como verificar sua conta vendedor.

Como criar regras de parcelamento, verificar taxas de recebimento. Entre outras informações mais detalhadas para te ajudar a deixar sua conta pagseguro ativa e começar a vender online.

O vídeo ensina passo a passo da configuração de sua conta independente da plataforma que for utilizar para venda.

Caso você não tenha um site ou uma loja virtual, é possível oferecer esse meio de pagamento para seu cliente. Você consegue receber pagamento enviando solicitações de cobranças para o email do seu cliente e receber online.

Algumas perguntas que tivemos antes de criar o vídeo :

  • Posso criar uma conta no pagseguro como pessoa física? Sim, você pode vender pelo pagseguro como pessoa física ou jurídica.
  • Quanto tempo o Pagseguro demora para verificar minha conta? Eles normalmente pedem o prazo de até 48h para validar seus dados.
  • Qual o prazo para receber o valor pago? Isso você consegue verificar na sua conta,você define a taxa e prazo de recebimento na sua conta online.
  • Qual a diferença do pagseguro e checkout transparente ou direct?

No meio de pagamento pagseguro simples( normal), ao finalizar a compra. O cliente é levado ao ambiente do pagseguro protegido para assim finalizar a compra.

No checkout transparente( direct) o cliente preenche as informações direto em sua loja. Lembrando que é necessário ter SSL e integração da plataforma com essa forma de pagamento para que seja processado.

Nenhum dos dados fica vísivel para o lojista. O método é feito por esse sistema para melhorar a experiência do usuário, meno cliques e maior chance de conversão. Com toda segurança tanto para lojista como para o cliente.

  • Posso criar mais de uma regra de parcelamento no pagseguro? Sim, em promoções você consegue criar regras sazonais de promoções sem juros ou a partir de valor x.
  • Como saco o valor recebido? Depois que o pagseguro verifica seus dados bancários, e o prazo de recebimento é vencido. O valor fica disponível em sua conta do pagseguro e você pode sacar para a conta bancária cadastrada. Esse prazo também depende de como sua conta foi configurada, normalmente são até 3 dias úteis após solicitação de saque.
  • A integração é igual em todas as plataformas? Não. Depende de sua plataforma a integração.Porém,a configuração no site oficial deve ser realizada primeiro na sua conta do pagseguro . E depois ajustada em sua plataforma seguindo os passos de integração que normalmente a plataforma indica ao cliente.
    Envio Fácil como funciona? No vídeo mostro onde você pode verificar mais informações sobre ele.
  • Mais informações : SAC Oficial

Espero que ajude 🙂

 

 

 

 

Passo a passo como integrar sua conta pagseguro em uma loja virtual da plataforma Iluria

Entre na administração da plataforma

  • clique em Loja => Meios de Pagamentos => Pagseguro
  • Insira seu email cadastrado e siga os passos da tela da plataforma.
  •  Para ativar o checkout transparente, clique em Habilitar checkout transparente. Em seguida você será direcionado a tela do pagseguro, logue-se na sua conta e aceite as informações e taxas descritas.
  • Parcelamento , insira a mesma regra que criou na sua conta oficial no pagseguro, seguindo suas taxas também.
  • Clique em gerar token , copie e cole no local indicado.
  • URL de retorno do cliente à loja (opcional) – copie o link indicado em sua conta na conta do pagseguro.
  • Lembre-se :Sempre que configurar algo em sua loja virtual ou site.

Faça testes antes para verificar se tudo foi integrado corretamente, ANTES de divulgar sua loja.

Segue o passo a passo ilustrativo abaixo:

Para acessar onde é feita essa configuração clique aqui.

 

Configurando Pagseguro na sua loja Iluria

Configurando Pagseguro na sua loja Iluria

 

 

LINK PAGSEGURO

URL de retorno Pagseguro para loja virtual

URL de retorno Pagseguro para loja virtual

 


 

 

 

Passo a passo como integrar sua conta pagseguro em uma loja virtual da plataforma E-Com. Club

Conforme as imagens abaixo:

Lembre-se: Sempre que configurar algo em sua loja virtual ou site. Faça testes antes para verificar se tudo foi integrado corretamente, ANTES de divulgar sua loja.

 

CONFIGURANDO PAGSEGURO NA LOJA E-COM.CLUB

CONFIGURANDO PAGSEGURO NA LOJA E-COM.CLUB

CONFIGURANDO PAGSEGURO NA LOJA E-COM.CLUB

CONFIGURANDO PAGSEGURO NA LOJA E-COM.CLUB

 

Caso queira para alguma plataforma específica deixe comentários que podemos verificar e fazer um vídeo da sua dúvida.

Se tiver alguma outra dúvida ou sugestão de tema para os próximos vídeos, deixe no comentários 🙂

Se conhece alguém que esta precisando dessa informação compartilhe.

Boas vendas!

 

Por que o Marketing é um investimento para meu negócio?

Por que o Marketing é um investimento para meu negócio?

Não perca oportunidades em meio a crise.

Muitos lojistas começam seu primeiro negócio economizando ao máximo suas despesas. Em época de crise, ainda mais.Sabia que você pode estar perdendo uma grande oportunidade de crescer em meio a crise ?

Olhar o marketing como investimento e parte importante  para seu negócio com certeza vai trazer bons frutos para você. Principalmente porque você vai estar com o pensamento muito a frente de muitos dos seus concorrentes.

Ao invés de economizar no marketing como uma parte irá fazer, você estará se divulgando para seu público. Pense um pouco como consumidor.Quando você quer economizar e precisa comprar um produto, o que você faz?

Você vai comprar com uma marca que você nunca ouviu falar ? E correr o risco de não ter o que precisa realmente seja por entrega, qualidade ….. ou você vai comprar naquela marca que você já conhece ou alguém indicou?

Provavelmente, você vai comprar daquela que já conhece ou alguém indicou, não é verdade?

Você não vai querer arriscar seu $ em algo novo, nessa situação de crise. E por que você acha que seu cliente compraria da sua marca, que ele não conhece?  Isso já te mostra a importância de ver o marketing como investimento, não é mesmo?

Divulgue sua marca.

 

Além de envolver diversas questões, como o fato de que hoje em dia com o marketing digital você consegue segmentar e entregar seus anúncios para aquele público que já comprou ou visitou seu site. A quantidade de alternativas , estratégias e segmentações possíveis no facebook ads são infinitas, por isso use a seu favor!

Não conhece as ferramentas, não tem conhecimento sobre as técnicas e formas de trabalhar esse vasto campo que é o marketing digital? Procure referências, conheça um pouco como ele pode te ajudar na sua empresa.

Contratar um profissional da área pode ser um caminho. Muitos trabalham como freelancer e de acordo com sua demanda há valores acessíveis para cada tamanho de negócio.

Um profissional de marketing pode te auxiliar na forma que irá se posicionar como marca. Além dos anúncios, o conteúdo, a posição de sua marca, são muitas variáveis que implicam a forma de se trabalhar o marketing de seu negócio. Como já falei em outros posts, crie seu negócio com uma base para que traga frutos e se consolide.

Muitas vezes a economia pode sair cara para o futuro do seu negócio, repense, pense, planeje e veja prioridades.

Ter um negócio próprio envolve várias vertentes e dificilmente colocamos em prática tudo que sabemos. E tudo que ainda esta por vir, o mercado online ainda é novo.Nunca pare de estudar ,conhecer outros profissionais de outras áreas, com certeza isso vai te enriquecer e trazer conhecimento e experiência.

Não tente fazer tudo de uma vez, mas faça o que puder ser feito. Lembre-se de executar além de só estudar e planejar.

Cada negócio tem vida própria e seu tempo. Não deixe passar oportunidades, usar crise para movimentar seu negócio é possível 🙂

 

Boas vendas!